Notícia

O uso da mídia altera o cérebro em crianças pequenas


Por que o tempo na frente da tela pode ter um impacto negativo nas crianças

Os dispositivos digitais são frequentemente usados ​​em uma idade jovem. No entanto, o uso de tais dispositivos altera a estrutura do cérebro em crianças pequenas e tem um impacto negativo no tempo de atenção e nas habilidades de linguagem.

A investigação recente do Centro Médico do Hospital Infantil de Cincinnati descobriu que as crianças geralmente passam muito tempo na frente das telas de computadores, telefones celulares e tablets, o que afeta negativamente a atenção e a fala. Os resultados foram publicados na revista em inglês "JAMA Pediatrics".

Você ainda pode ficar sem dispositivos digitais?

Para muitas pessoas, os dispositivos digitais se tornaram uma parte indispensável da vida. Infelizmente, mais e mais crianças pequenas também estão usando esses dispositivos, o que pode levar a efeitos negativos para eles. As crianças pequenas costumam passar muito mais tempo na frente da tela de laptops, televisões e telefones celulares do que o recomendado por especialistas.

Eduque seus filhos sobre possíveis perigos

Os pais devem pensar proativamente sobre o uso da mídia por seus filhos e conversar com eles sobre os perigos em potencial. O uso excessivo de mídia pode significar que as crianças não passam mais tempo brincando, aprendendo, se comunicando ou dormindo durante o dia, relatam os pesquisadores.

Velocidade de processamento cerebral mais lenta

A ressonância magnética do cérebro e os testes cognitivos foram realizados em 47 crianças saudáveis ​​entre as idades de três e cinco durante o estudo. A investigação descobriu que habilidades como a velocidade de processamento cerebral foram afetadas. O uso de equipamento técnico em tenra idade também tem um impacto negativo no tempo de atenção e nas habilidades linguísticas.

Estrutura do cérebro alterada

O estudo encontrou uma ligação entre o aumento do uso de mídia baseada na tela e a integridade microestrutural reduzida dos tratos de substância branca no cérebro, que apóiam a linguagem e o desenvolvimento de habilidades de leitura em crianças pré-escolares. Os pesquisadores descobriram que os efeitos negativos nas crianças justificados merecem mais estudos sobre as conseqüências do uso de tais dispositivos e também devem observar como, por exemplo, os pais podem estabelecer limites apropriados para o uso da tecnologia.

Crianças perdem tempo valioso com dispositivos digitais

Por exemplo, o tempo em frente à tela substitui um tempo importante com os pais durante o qual eles podem ler histórias para seus filhos, ou o tempo gasto interagindo com outras crianças é perdido. O tempo de tela geralmente deve ser limitado para crianças e adolescentes, enfatizam os pesquisadores. E as crianças pequenas devem ser particularmente bem protegidas dos dispositivos digitais, pois estão em uma fase crítica de desenvolvimento.

As crianças precisam de interação pessoal para alcançar importantes padrões de desenvolvimento, como habilidades sociais e de linguagem. A equipe de pesquisa explica que eles precisam desenvolver uma compreensão das emoções e aprender a ter paciência para dominar uma ampla variedade de situações pessoais no decorrer de suas vidas.

Mais pesquisas são necessárias

O tempo na frente de dispositivos e telas digitais nem sempre precisa ter um impacto negativo; baixas doses de tempo na tela certamente podem ser uma boa maneira de relaxar, aliviar o estresse e socializar com amigos e familiares, de acordo com os pesquisadores. Estudos adicionais, em particular, sobre os efeitos do uso da mídia nas fases iniciais do desenvolvimento cerebral, são agora necessários. (Como)

Informação do autor e fonte

Este texto corresponde às especificações da literatura médica, diretrizes médicas e estudos atuais e foi verificado por médicos.

Inchar:

  • John S.Hutton, Jonathan Dudley, Tzipi Horowitz-Kraus, Tom DeWitt, Scott K. Holland: associações entre uso de mídia baseada em tela e integridade da substância branca do cérebro em crianças em idade pré-escolar, na JAMA Pediatrics (consulta: 6 de novembro de 2019), JAMA Pediatrics



Vídeo: Projeto social auxilia o desenvolvimento motor e cognitivo de crianças com paralisia cerebral (Janeiro 2022).